domingo, 22 de agosto de 2010

Paisagismo na calçada – O que é recomendado, e o que não é recomendado.

Quem não gosta de uma calçada com plantas e flores em harmonia?
Nos dias de hoje, calçadas com projetos paisagísticos estão cada vez mais em alta.
Mas é preciso tomar cuidado na hora de escolher as espécies a ser colocada no local.


Em calçadas com larguras entre 1,50 e 2m é indicado optar por arvores de pequeno porte; as com metragem entre 2 e 2,40m poderão ser plantadas espécies de pequeno e médio porte; e com largura entre 2,40 e 3m, as de grande porte podem ser especificadas. Mas atenção arvores de grande porte podem atrapalhar as espécies menores que necessitam da incidência de luz solar, fora que sua copa muito grande pode prejudicar a iluminação natural da residência.


Também não podemos esquecer de deixar uma faixa livre de no mínimo 1,20m de largura para travessia de pedestres.


Um projeto paisagístico não sai barato, mas com um pouco de pesquisa você mesmo pode construir um maravilhoso jardim em sua calçada.


Selecionei algumas espécies que são recomendadas, e outras que não são recomendadas para uma calçada residencial.



Espécies recomendadas

Arbustos e flores.

Buxinho ( Buxus sempervirens)


Apesar de atingir 3m de altura, esse arbusto é muito escolhido para executar a topiaria. Necessita da incidência do sol e a rega deve ser constante.

Ixora (Ixora coccínea)


Possui folhas miúdas e verdes - escuras. Com cores que vão do amarelo ao vermelho, chegam a no máximo 1m de altura.

Mini azaléia (Rhododendron catawbiense)


Encontradas nas cores brancas, vermelhas, rosas, amareladas ou arroxeadas. Chegam a 1m de altura.

Árvores

Manacá (Tibouchina mutabilis)


Cresce 2,5m a cada dois anos e pode atingir 12m de altura caso não ocorra a poda. Pode ser encontrada nas cores branca, roxa ou lilás.

Cerejeira ornamental (Prunus serrulata)


Podem atingir 4m de altura e são muito ornamentais. Apresentam curto período de floração na primavera.

Quaresmeira (Tibouchina granulosa)


Tem flores grandes e roxas que mudam de cor à medida que envelhecem. Chega a 12m de altura e floresce duas vezes por ano.

Ipê amarelo (tabebuia chysotricha)


Ultrapassa 20m de altura. Porém, possui crescimento lento e em calçadas pode ser usado nas mais largas. Floresce em julho e setembro.

Resedá (lagerstroemia indica)


É perfeita para calçadas, pois não possui raízes agressivas. Atinge 6m de altura e começa a florescer em novembro até o final do verão.

Não recomendadas.

Plantas venenosas.

Espirradeira (Apocynaceae spp)


Suas flores e folhas são toxicas e causam dor abdominal, pulsação acelerada, sonolência, diarréia e até mesmo a morte.

Copo de leite (Zantedeschia aethiopica)


Todas as suas partes são venenosas e provocam desde a irritação dos olhos até náusea e diarréia.

Bico de papagaio (Euphorbia pulcherrina)


Qualquer parte é toxica. Provoca sensação de queimação e inchaço nos lábios.

Árvores

Araucária (Araucária angustifólia)


Não é indicada, pois tem grande porte. Atinge 35m de altura e possui copa grande e raízes agressivas.

Mangueira (Mangifera indica)


Atinge 15m de altura e possui frutos grandes, que ao caírem podem danificar telhados, carros e até machucar pessoas.

Paineira (chorisia speciosa)


Seu porte grande com copas e raízes grandes e altura de até 30m torna o exemplar indicado para grandes espaços.

Jaca (Artocapus beterophyllus)


Chega até 25m de altura e tem raízes que danificam muros e calçadas. O fruto pode ter 50kg, causando riscos aos carros e pedestre.

Plátano (Platanus acerifolia)


Apesar de sua beleza única, não deve ser usado em calçadas, pois suas raízes podem danificar o pavimento e os itens estruturais.

Poda de arvores
Quando a espécie possui galhos que se aproximam dos fios da rede elétrica, é preciso fazer a poda. Algumas prefeituras incluem em seu cronograma de atividades a poda de arvores das calçadas em algumas estações. Porém, nas cidades que não disponibilizam esse serviço, é preciso solicitá-lo junto aos órgãos competentes, que autorizam e realizam o serviço. Em alguns municípios deve ser solicitada a subprefeitura e em outros casos com a concessionária que fornece energia elétrica.



Tiago - Pirrô


5 comentários:

  1. Ah, as árvores que enfeitam nossas ruas, nossas
    calçadas. Entretanto, muita gente não liga para isso não! Nós, da NovaFlora gostamos muito de árvores e, delas só aproveitamos o que não lhes serve mais, ou seja, os galhos que caem. Com eles fazemos os Lápis Ecológicos NovaFlora, que antes de tudo são uma homenagem à Mãe Natureza.

    Tiago, Obrigado pelo seu empenho em mostrar que
    a natureza é bonita!

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço!!!

    e sem sombra de duvida devemos divulgar o quanto a natureza é bonita e importante para todos nós.

    ResponderExcluir
  3. Muito show esse post cara... Muito informativo!!
    Achei até o nome de uma árvore (Plátano) que procurava fazia um tempo, rs...
    Parabéns pelo post!!

    ResponderExcluir
  4. Obrigado, fico feliz em ter ajudado.

    ResponderExcluir
  5. Olá, gostei das informações sobre as plantas na calçada, e estou palnejando o que vou plantar na minha e estou indecisa sobre primavera ou alamanda amarela nas laterais e também de umas plantas mais baixas como a ixora e a azaléia o que voce acha e qual floresce mais?

    ResponderExcluir